segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Comitê Olímpico protesta contra faixa “100% Jesus” de Neymar


 Ao longo dessa edição dos Jogos Olímpicos, vários atletas cristãos agradeceram a Deus pelas conquistas de suas medalhas. Contudo, o jogador Neymar foi o único que subiu ao pódio com uma inegável referência religiosa.

Quando recebeu a medalha de ouro na noite deste sábado (20), usava uma faixa na cabeça com os dizeres “100% Jesus”. A imagem foi transmitida para o mundo todo e a escolha de termos possibilitava que fosse entendida sem necessidade de tradução.

O fato chamou atenção da imprensa, uma vez que a cobertura dos jogos é gerada pela rede oficial das Olimpíadas e pela popularidade do futebol, teve grande audiência. Contudo, há países que censuram várias imagens de competições, por exemplo, de mulheres com pouca roupa.

Em diversas nações muçulmanas, é proibido que o nome de Jesus seja exibido publicamente. Por ser uma transmissão ao vivo, não foi possível ignorar a imagem nem deixar de mostrar o jogador mais conhecido da Seleção no momento. Sua atuação no Barcelona lhe conferiram o status de ídolo mundial do esporte, uma vez que está em várias listas de melhores do mundo.

neymar

Neymar utiliza a faixa desde os tempos de criança.

Porém, existem regras do Comitê Olímpico Internacional (COI) proibindo qualquer “sinal político, comercial ou religioso” durante a cerimônia de medalhas nos Jogos Olímpicos. Por isso, os dirigentes da entidade tiveram uma reunião na manhã deste domingo, onde classificaram a manifestação religiosa de “um deslize” do jogador e de seus superiores. Embora o jogador pudesse ser passível de punição, a decisão foi fazer “vista grossa” para não estragar a imagem da entidade e dos Jogos.

Segundo o Estado de São Paulo, o diretor-executivo do COI Christoph Dubi, a entidade irá enviar uma carta à delegação brasileira, anunciando um protesto oficial pelo ocorrido e relembrando os dirigentes que tais procedimentos não são aceitáveis.

Vários jogadores deram glórias a Deus após a conquista do ouro, mas foram manifestações pessoais, fora do pódio. Uma das que mais chamou atenção foi a do goleiro Weverton, que defendeu o pênalti decisivo para o título inédito.
Sinal profético

Embora fora de campo o jogador Neymar não tenha uma vida condizente com o que ensinam os evangélicos, incluindo um filho fora do casamento e a promoção de festas com muitas mulheres e regadas a bebida, ele voltou a exibir publicamente a faixa branca com uma declaração de fé.

Criado numa família evangélica, o jogador já usava os dizeres quando criança, log que deu os primeiros passos jogando futsal na Baixada Santista. Ele frequentava a Igreja Batista Peniel, em São Vicente, liderada pelo pastor Newton Lobato. Em uma entrevista ao site espanhol “Protestante Digital”, o líder religioso conta que batizou Neymar em 2008.

Além disso, deu uma palavra profética ao atacante da Seleção muito antes da fama mundial. Diante de várias testemunhas, anunciou que o jovem seria um jogador importante no mundo do futebol e um instrumento nas mãos de Deus.

O pai de Neymar sempre disse que o filho era muito religioso. “Ele ouve muitas músicas com mensagens bíblicas. É daí que ele tira inspiração. Sempre que ele pode vai a cultos. Ele puxou isso da sua mãe que é muito devota”, contou. O próprio atleta já disse em entrevistas que costumava orar antes de tomar decisões e que sua carreira era dirigida por Deus.

Além de ter várias tatuagens com imagens e frases cristãs, o capitão da Seleção costuma falar sobre sua fé nas redes sociais. Após a conquista de ontem, postou uma foto sua ajoelhado apontando para o céus e escreveu “A ti [Deus] toda honra e toda glória”. Foram mais de 1, 2 milhão de “reações” no Facebook. A maioria dos comentários mostram que a manifestação foi bem vista pelos fãs do jogador, que o parabenizaram pela atitude.

Fonte:Gospel Prime

“Ouro é nosso, mas a glória é de Deus”, disse herói da Seleção. Assista!

 

O futebol masculino brasileiro possuía três pratas (Los Angeles 1984, Seul 1988 e Londres 2012) e dois bronzes (Atlanta 1996 e Pequim 2008). Este ano, em casa, veio o esperado ouro.

Desde o início desta Olimpíada, havia uma grande cobrança sobre o time, por que era o único ‘título’ que a seleção não possuía. Nos dois primeiros jogos, nenhum gol marcado e parte da imprensa já falava com pessimismo sobre a ambição de medalha.

Para os jogadores, as críticas eram injustas. A vitória sobre a Alemanha veio nos pênaltis, após o empate no tempo regulamentar e na prorrogação.

Na saída do campo, o repórter Eric Faria, da Rede Globo, chamou vários jogadores para comentar o jogo. O primeiro a falar foi o zagueiro Marquinhos. Em tom de desabafo, lembrou das críticas que o time vinha recebendo.

“Os humilhados serão exaltados”, disse, uma citação parcial do versículo de Ezequiel 21:26. Em seguida, o técnico Rogério Micale também agradeceu a Deus pelo título.

Contudo, ninguém comemorou mais que o goleiro Weverton. Ele não estava na convocação oficial para os Jogos Olímpicos. Foi chamado três dias antes, após o titular Fernando Prass ser cortado por lesão. Acabou sendo o grande “herói” desta conquista inédita para a Seleção.

Eric Faria afirmou que “o destino” quis que ele fosse o escolhido para defender a meta do Brasil. Corrigindo o repórter, o arqueiro deu um belo testemunho de fé.

“Não foi o destino, foi Deus. Ouro é nosso, mas a glória é de Deus. Deus me trouxe aqui para falar o que Ele fez”, comemorou. Para a SporTV, afirmou: “Muita gente tentou, mas Deus botou essa geração para fazer história e a gente fez”.

 
Disse ainda que havia conversado com Neymar, que é de família evangélica, que Deus havia lhe dado uma segunda chance. Neymar foi medalha de prata em Londres 2012.

Para a imprensa especializada, Weverton se transformou em herói ao pegar o último pênalti batido por Petersen, o último dos alemães. Sua defesa foi fundamental, pois garantiu a vitória do Brasil sobre a Alemanha – seleção que foi algoz no histórico 7 a 1 da Copa de 2014.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Nadadora diz que Deus é mais importante que ouro olímpico



Madeline “Maya” Dirado, 23 anos sai das Olimpíadas Rio 2016 com 4 medalhas na bagagem. Foram 2 medalhas de ouro (200m costas e 4 por 200m); uma prata nos 200 medley e o bronze nos 400 medley. Contudo, ela surpreendeu a todos quando afirmou que isso não era o mais importante em sua vida. Geralmente os atletas de alto rendimento como ela literalmente vivem para o esporte.

Como não era favorita, as atuações de Dirado chamaram muita atenção e ela deu várias entrevistas depois de voltar aos Estados Unidos. Numa delas disse: “Eu não acho que Deus realmente se preocupa muito como eu nado. Estar numa equipe olímpica não é o meu objetivo final de vida. Eu acho que Deus se preocupa mais com a minha alma e se eu estou anunciando seu amor e misericórdia para o mundo”.

Formada pela Universidade de Stanford, ela anunciou sua aposentaria das piscinas após os Jogos Olímpicos. Depois de 17 anos praticando natação, ela disse que seu foco agora é a família e sua profissão na área de consultoria.

Evangélica, ela e o esposo Rob Andrews são membros da The River Church Community, na região de San Francisco. Conta que seus pais sempre lhe deram uma sólida formação cristã.

“Jesus tem sido uma constante em minha vida”, comemora.

Para a atleta, sua confiança está em saber que não importa o que aconteça Deus a ama. Para Maya, “o amor de Jesus por mim e por toda a humanidade é algo que sempre me ajuda a amar as pessoas ao meu redor quando as coisas ficam difíceis”, afirmou ela ao Christianity Today.

Esse é um grande contraste com sua carreira de nadadora, que ela considera uma “atividade muito egoísta”, pois passava a maior parte do tempo sozinha na piscina.

O posicionamento da jovem ganhou elogios do pastor Franklin Graham, líder da Associação Evangelística Billy Graham. “Saber que Deus te ama e se preocupa com sua alma eterna é uma notícia muito melhor que os Jogos Olímpicos”, afirmou ele em postagem no Facebook.



segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Imagens do 3º Festival de Louvor e Refrigerante em Jardim de Angicos - RN

 
Neste sábado dia 06/08/2016 ocorreu de forma linda o 3º Festival de Louvor e Refrigerante realizado pela Assembleia de Deus em Jardim de Angicos - RN com a presença de vários amigos não evangélicos e caravanas vindo de Natal, Parazinho, Pedra Preta Caiçara do Rio dos Ventos, Cachoeira do Sapo e outras da comunidades rurais da cidade.
Foi Um sucesso mais uma vez o Festival de Louvor e Refrigerante em Jardim de Angicos, graças a ajuda de e amigos e amigas que são vcs que colaboraram ou nos honraram com suas presenças !!! Muito obrigado a todos.













































Total de visualizações de página