sexta-feira, 18 de outubro de 2013

CONTRADIÇÃO: Homens mortos a tiros pela polícia são pastores evangélicos

As vítimas são acusadas de serem criminosos integrantes de uma quadrilha de roubos de veículos Apontados pela polícia como integrantes de uma quadrilha de roubo de carros, que agia em Feira de Santana e Salvador, os quatro homens que foram mortos a tiros na BR324, podem não ser criminosos. Na manhã desta sexta-feira (18) em ligações feitas ao Varela Notícias, testemunhas denunciam que estes homens eram evangélicos e voltavam de uma pregação para casa.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) identificou os corpos dos quatros homens: Gilmário Sales Lima, 24 anos, Jeisivam Cristiano Dias Brito, 26, que morava na Rua Augusto dos Anjos, no bairro Rua Nova e Enderson Almeida Souza Matos, 23 anos, o Rabicó, que morava no conjunto Feira IX. O quarto homem foi identificado apenas como Fábio, e conhecido como Fabinho. A testemunha Lúcia Silva moradora do bairro Liberdade, em Salvador, faz parte da mesma congregação de duas das vítimas do confronto.

Ela afirmou ao Varela Notícias que conhecia o Pastor Gilmário Sales de 24 anos. Gilmário e Jeisivam Cristiano Dias Brito, de 26 anos, eram missionários de uma igreja evangélica de Feira de Santana “Ele vinha de uma pregação e estava a caminho de Aracaju, junto com o missionário Jeisivam, onde iriam pregar a palavra de Deus aos sergipanos”, afirmou Lúcia. Em contradição temos a versão de que, eles entraram em confronto com policiais civis do Serviço de Investigação da Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) na divisa dos municípios de Feira de Santana e Conceição do Jacuípe. Eles estavam em dois carros, dois homens em cada veículo.

Após serem atingidos eles foram encaminhados para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas não resistiram aos ferimentos. A nossa equipe entrou em contato com a Polícia Civil que tem a informação de que os quatro homens formavam uma quadrilha de roubo de carros que age em Feira de Santana e Salvador, que inclusive foram encontrados carros roubados.

De acordo com informações do delegado Jean Souza, publicadas em um site de Feira de Santana, confirmam a informação de que os quatro são acusados de integrar uma quadrilha de roubo de carros. Eles teriam como líder um homem conhecido como Rabicó, envolvido em diversos homicídios. A equipe de reportagem do VN entrou em contato com o delegado titular da região Ricardo Britto Esteves, mas não foi atendida pelo mesmo até a postagem desta matéria.


Fonte:http://revistacrentesantao.blogspot.com.br

Total de visualizações de página