quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Garotinho rasga exemplar de “O Globo” no plenário e acusa jornal de perseguição

O deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) usou o Plenário da Câmara para denunciar o jornal “O Globo” por perseguição. O parlamentar discursou fervorosamente contra a publicação nesta quinta-feira (7) e ainda rasgou o exemplar que tinha em mãos.
O ex-governador do Rio de Janeiro estava nervoso com uma “informação mentirosa” que o jornal trazia sobre ele. A matéria em questão ligava o deputado e sua esposa, Rosinha Garotinho, com o caso da atriz Deborah Secco que foi condenada por enriquecimento ilícito.
“O Globo teve acesso à sentença de Deborah Secco e lá o juiz afirma exatamente isso, que eu e Rosinha fomos excluídos do processo por não haver elementos mínimos que justificassem a acusação. Mas o Globo preferiu ignorar para poder me atacar”, disse o parlamentar.
A reportagem criticada foi publicada na quarta-feira (6) e a assessoria do deputado conseguiu pedir o direito de resposta junto ao jornal. Porém a correção da matéria foi feita na página de obituário ao lado de informes sobre mortes e missas de sétimo dia.
“É para isso que serve a liberdade de imprensa?”, questionou. “Vou fazer picadinho desse jornal, que já me causou muito prejuízo, muitas pessoas têm uma imagem deturpada de mim por causa desse jornal”.
Garotinho aproveitou o momento para defender o Projeto de Lei que pede aos veículos de imprensa o mesmo espaço dado à ofensa para o direito de resposta.
Fonte; Gospel Prime


Total de visualizações de página