quarta-feira, 27 de abril de 2016

“Figura sobrenatural” causa histeria coletiva em escola

 
País de maioria muçulmana, a Malásia está em 31º lugar na lista dos que que mais perseguem os cristãos no mundo. Esta semana, o país inteiro debateu a presença de “espíritos do mal” quando uma ‘figura sobrenatural’ foi vista (e fotografada) em uma escola na cidade de Kota Bharu.
Na semana passada, vários estudantes e professores da escola SKM Pengkalan Chepa alegam terem visto espíritos no local. Surgiram inclusive imagens de uma “figura escura”, que contribuiu para aumentar o pânico. A SKM está localizada no Estado de Kelantan, região de forte religiosidade.
Como resultado do que a mídia chama de “histeria coletiva”, as autoridades fecharam a escola por três dias e chamaram especialistas para analisar o caso. Líderes islâmicos, acadêmicos e até feiticeiros foram ao local, para fazer de orações e tentativas de “exorcismo”.
Dias depois, a instituição de ensino foi reaberta e as autoridades afirmam que a situação voltou ao normal. No entanto, o caso continua repercutindo, inclusive na imprensa internacional.
Falando ao jornal Astro Awani, a professora Norlailawati Ramli afirma que sentiu uma presença “pesada” tentando agarrá-la. A professora Kamariah Ibrahim alega que a “silhueta escura” tentou entrar no seu corpo. A diretora da escola, Siti Hawa Mat, limitou-se a contar que as pessoas “passaram mal” após verem a tal “figura”.
Em conversa com a BBC, uma funcionária da escola calcula que cerca de cem pessoas, a maioria estudantes, foram afetadas de alguma maneira. “Nossos estudantes foram possuídos e perturbados (por estes espíritos). Não sabemos exatamente por que aconteceu. Não sabemos o que nos afetou”, reclamou a funcionária, que prefere não se identificar.

Espíritos do mal no Islamismo

Segundo a tradição islâmica, os ‘djinns’ são espíritos do mal que andam pelo mundo. Teriam sido criados antes de Adão. Depois que Alá criou o homem, esses “djinns” se recusaram a obedecer e foram expulsos do paraíso para a Terra e tornaram-se seres perversos.
A tradução do termo para o português é “gênio”, mas literalmente djinn é “aquele que não se pode ver”. Entre seus poderes estariam a capacidade de se apoderar de pessoas e causar até a morte, semelhantemente aos demônios.
No início do ano, no Egito, incêndios misteriosos foram atribuídos a eles. Para os muçulmanos, alguns desses espíritos podem controlar os elementos da natureza (ar, água, terra e fogo). O espírito Iblis, que seria seu líder, muitas vezes é comparado ao Satanás descrito na Bíblia. Com informações de Gazeta do Povo

Total de visualizações de página