segunda-feira, 11 de abril de 2016

Mãe que se apaixonou pelo filho pode ser punida com pena de prisão


 
Uma britânica que entregou o filho para adoção há cerca de 30 anos está tentando engravidar dele após se reencontrarem e começarem um relacionamento amoroso. Kim West, de 51 anos, entregou Ben Ford, de 32, para adoção quando ele tinha apenas uma semana de vida.
Em 2013, no entanto, o britânico, radicado nos Estados Unidos, enviou uma carta para a mãe biológica para retomarem o contato e começaram a se relacionar como um casal.
O romance entre mãe e filho já dura dois anos. Segundo o jornal "New Day", Ben era casado com uma mulher chamada Victoria, mas a deixou para viver um romance com a mãe biológica.
Para Kim, os dois não vivem um caso de incesto, apesar de saber que as pessoas irão pensar que seu relacionamento é "nojento".
O jornal Metro UK divulgou nesta sábado (9) que a mãe poderá responder pelo crime de incesto, punível no Reino Unido com uma pena que chega aos 15 anos de prisão.
No entanto, isso só deve acontecer se for apresentada alguma denúncia ao caso, algo que ainda não aconteceu.
Fonte: Notícias ao Minuto



Nota do Blog:
O incesto é enfaticamente denunciado em muitas passagens bíblicas (cf. Lv 18.6; 20.17). De fato, o Senhor declarou: “Maldito aquele que se deitar com sua irmã, filha de seu pai, ou filha de sua mãe” (Dt 27.22).

Total de visualizações de página