quarta-feira, 20 de abril de 2016

MAIS UMA BOMBA! JUSTIÇA BLOQUEIA CONTAS DA CGADB


Pastor Geremias Couto:

Conforme já noticiado no blog do pastor Robson Aguiar (Logo abaixo) e reiterado pelo pastor Nilson Alves, secretário da Comissão Jurídica da CGADB, em seu perfil pessoal no Facebook, a Justiça determinou o bloqueio das contas da entidade para o pagamento da multa, já em nove milhões, em processo movido contra ela, peticionando que informasse o número de inscritos na AGO de Brasília em abril de 2013, decisão essa que a CGADB reiteradamente deixou de obedecer.

O mais interessante, porém, é que, instado por alguns comentários em seu perfil, o pastor Nilson Alves, a quem muito prezo, informou que em nenhum momento foi convocado pela presidência da Comissão para prestar qualquer assessoria à Mesa no processo em tela e que jamais teria participado de qualquer reunião para tratar do assunto. Disse ainda que hoje sabe terem sido o presidente e o vice-presidente da Comissão patronos da causa na Justiça.

A informação do secretário, que reputo como verdadeira, pelo seu caráter e integridade, revela o "modus operandi" que impera no âmbito administrativo da CGADB. É inadmissível que membros de uma comissão tão relevante pelo aspecto jurídico não sejam chamados a opinar em assunto de tamanha gravidade. Pior: o fato de o presidente e o vice-presidente terem sido patronos da causa revela outro comportamento em desacordo com Estatuto, o chamado conflito de interesses, ainda mais quando se sabe, mediante documentos que dispomos, que ambos teriam sido remunerados por algum tempo para tal.

O caso é grave.




Pastor Robson Aguiar:



Sem terrorismo, mas…

Infelizmente as notícias não são boas.

A Justiça através da Exma. Senhora Joana dos Santos Meirelles Juíza de Direito do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, resolve bloquear os numerários bancários da CGADB até que seja paga a multa de R$ 9.000.000,00 (nove milhões) por não cumprimento da intimação expedida pelo citado Tribunal de Justiça. Interlocutória penhora

Informações de bastidores já circulam no teatro evangélico, segundo chegou aos ouvidos desse blogueiro, que José Wellington já está se aproximando do pastor Samuel Câmara em busca de um acordo, e que até pedido de perdão já foi feito para que não tenha prosseguimento o processo e a multa.

Minha opinião,

Se tudo for procedente, e acredito que seja, (ao menos a parte jurídica, como segue em anexo nessa postagem), creio que o acordo não é uma má ideia, mas está chegando um tanto atrasado. Vai gerar especulações e descrédito para a atual gestão. Não é uma boa maneira de se encerrar o mandato, principalmente depois de tanto tempo no poder.

Contudo, se é a Convenção Geral das Assembleias de Deus que vai arcar com essa ingerência então acho que o pastor Samuel não fará um bom negócio, se ele é pré candidato ao cargo de presidente, a gerar esse prejuízo a Instituição, mesmo que esteja certo.

E SE TIVÉSSEMOS IMPEACHMENT NA CONVENÇÃO?

Tá faltando Hélio Bicudo, Miguel Reale e por que não dizer Janaína Paschoal em nosso meio.

Vamos esperar pra ver.

Fonte:http://geremiasdocouto.blogspot.com.br/ e prrobsonaguiar.wordpress.com

Total de visualizações de página