terça-feira, 26 de junho de 2012

Micarla desiste e o PV não apresenta novo candidato


Micarla: "nunca tive de ver um dos meus familiares atrás das grades"
A prefeita convocou a imprensa para dizer que desistia da reeleição para cuidar da saúde e da família

Prefeita fez um pronunciamento para dizer que não era candidata à reeleição, logo após ter uma crise hipertensiva. Foto: Eduardo Maia/DN/D.A Press

A agora é defintivo. A prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), decidiu não disputar a reeleição. Ontem, no início da noite, ela fez um pronunciamento em uma hotel da Via Costeira, para justificar a sua decisão. "É com esta certeza de que hoje diante de todos vocês digo: É chegado meu tempo de cuidar do que é mais sagrado e precioso para mim, a minha família e a minha saúde". Porém, as dúvidas sobre o posicionamento do PV nas eleições deste ano continuam. Mas Micarla não anunciou qual caminho o PV, legenda presidida por ela no estado, vai tomar. A convenção do partido está marcada para o próximo dia 30, na sede social do América Futebol Clube. Até lá, as conversas continuam.

No pronunciamento que fez, lido, a prefeita respondeu às críticas que recebeu no último fim de semana durante as convenções do PDT e do PT, quando foram homologadas as candidaturas de Carlos Eduardo e de Fernando Mineiro. "Eu tenho minhas mãos limpas. Não respondo processo por superfaturamento de obras nem por pegar levianamente dinheiro dos nossos aposentados e pensionistas. Na minha família, todos trabalham dignamente. Ninguém é acusado de desviar dinheiro público e eu nunca tive que ver um dos meus familiares atrás das grades".

Hermano Morais

O PMN, do deputado estadual Antônio Jácome, e o PSC, do vereador Osório Jácome, que mantinham uma relação próxima com a prefeita, deixaram o grupo. Ontem, eles anunciaram apoio à pré-candidatura do deputado estadual Hermano Morais (PMDB). Osório inclusive foi confirmado como candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo peemedebista. O presidente da Assembleia Legislativa (AL), deputado Ricardo Motta (PMN), disse que ficou sabendo do apoio pela imprensa.

Antônio Jácome disse que lamentava a posição de Motta, lembrando que o filho dele, Rafael Motta, é candidato a vereador pelo PP.
 


Total de visualizações de página