quinta-feira, 3 de julho de 2014

Keylor Navas: Goleiro de Costa Rica pede para Deus colocar “um anjo em cada trave” nos jogos da Copa


O goleiro Keylor Navas é um dos maiores destaques da seleção da Costa Rica nessa Copa do Mundo e tem sido visto como um herói, após defender o pênalti que classificou a seleção de seu país para as quartas de final da competição. Cristão, ao comentar sobre a ótima campanha da Costa Rica na Copa e sobre a defesa histórica que fez no último jogo, ele afirma que pede para Deus colocar “um anjo em cada trave” antes da cada jogo que disputa.

Aos 27 anos, o atleta é casado e tem uma filha. Descrevendo sua vida pessoal como “estável” ele revela que a fé em Jesus desempenha um papel muito importante em sua vida, pois ele é um cristão evangélico profundamente religioso.

- Eu falo com Deus e o peço para me ajudar. Eu digo a Ele que tudo o que eu te vou fazer no jogo é para a sua glória. Peço-lhe que coloque um anjo de cada lado, em cada trave, e um atrás de mim para que tudo corra bem – afirmou o jogador, segundo o Protestante Digital.

- Para mim, Deus vem em primeiro lugar e depois a minha família. É a minha maneira de viver, a minha maneira de ver as coisas. Me permite viver feliz – resume o goleiro da Costa Rica, ao falar de sua fé.

Navas falou ainda, durante uma entrevista ao Levante-EMV, sobre como acredita que sua fé está relacionada ao seu trabalho como atleta e afirmou que muitas vezes não valorizamos a grande benção que recebemos que é a saúde, mas destaca a necessidade de trabalho duro para alcançar sucesso no esporte.

- Deus é tudo para mim. Ele tem me dado saúde e um grande trabalho que eu deveria aproveitar. Eu não apenas me sento no sofá da minha casa e espero que tudo venha, eu sei que eu tenho que trabalhar duro. Muitas vezes não nos damos conta de que o simples fato de ser saudável é algo impressionante. Normalmente temos saúde, mas não damos o valor necessário. Estou muito feliz por estar saudável e bem -afirmou o goleiro.

Navas comentou ainda que se ajoelha para orar em campo antes de cada partida, e afirma que essa atitude, muitas vezes, faz com que as pessoas ao redor o insultem. Porém, ele afirma não se importar com as opiniões alheias sobre sua fé e que o mais importante é o seu relacionamento com Deus.




Fonte: Gospel+

Total de visualizações de página