segunda-feira, 15 de junho de 2015

Muçulmana é condenada porque seu marido machucou a mão enquanto a espancava


Um casal que vivia de troca de agressões se tornou manchete no mundo todo porque a esposa foi condenada pagar uma multa depois de seu marido ter machucado a mão enquanto a espancava.

O caso incomum foi registrado em Ancara, na Turquia, país de maioria muçulmana. O jornal Milliyet informou que os problemas envolvendo a Justiça começaram quando a mulher e o filho resolveram buscar abrigo na casa dos vizinhos para fugir dos constantes espancamentos.

No Tribunal, testemunhas disseram que depois de um tempo, a mulher resolveu voltar para casa com o filho, mas o marido voltou a agredi-la. As autoridades, então, resolveram colocar a mulher em um abrigo, juntamente com a criança. Porém, o homem se aproveitava dos dias de visita para espancá-la ainda mais.

Como o caso se mostrava fora de controle, o Tribunal da cidade de Ancara resolveu usar a lei contra os dois, numa tentativa de conter a violência, e acusou o casal de se agredirem mutuamente.

Ele foi sentenciado porque batia na esposa, enquanto ela foi condenada porque deixou alguns arranhões no braço do marido e porque ele sofreu uma lesão em uma das mãos depois de uma surra que havia dado nela.


A sentença, imposta pelo Tribunal Criminal de Primeira Instância de Ancara, estipulou que eles deveriam pagar uma multa equivalente a R$ 3.300,00 à Justiça.

Como se não fosse suficiente, o homem voltou a agredir a esposa depois do julgamento. Mas, dessa vez, a Justiça resolveu agir de forma mais definitiva, e colocaram a mulher e o filho em uma casa abrigo em outra cidade, para livrá-la das agressões.


Fonte: Gospel +

Total de visualizações de página