domingo, 21 de abril de 2013

ASSISTA AO VIVO O 31º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora


O Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora é um evento totalmente gratuito. São cultos diários que iniciam-se às 7h00 e vão até as 22h30min, sem intervalos.
 É UM DOS MAIORES EVENTOS EVANGÉLICO DO PAÍS

31º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora

Data: 20 de abril a 1º de maio de 2013
Tema: Gideões: A colheita ainda não acabou, avante!
Local: Ginásio Irineu Bornhausen e Pavilhão dos Gideões - Camboriú, SC
 
 
VEJA AGORA AO VIVO O CONGRESSO GIDEÕES ASSISTA CLICANDO AQUI

A COLHEITA AINDA NÃO ACABOU, 31 ANOS DE CONGRESSO

Já estamos vivendo os 31 anos de congresso de missões que os Gideões Missionários realizam no Brasil, em Camboriú, SC, a Capital Nacional de Missões.
A cada evento que realizamos, temos certeza de que o Reino de Deus está sendo divulgado com mais rapidez. Acreditamos nisso porque a cada ano que passa, mais pessoas se interessam pela divulgação do Evangelho. E assim conseguimos chegar cada vez mais longe, ajudando a suprir as necessidades espirituais de povos que vivem em completa escuridão espiritual.
A maioria desses povos alcançados é os mais pobres e miseráveis do mundo, onde não existem grandes ou médios pregadores. São regiões, países ou até mesmo continentes onde pregar o evangelho é correr risco de morte. Não é novidade para ninguém que ainda existem lugares onde o evangelho é reprimido e a maioria deles são os asiáticos, como: Butão, China, Irã, Coréia do Norte, Laos, Maldivas, Mianmar, Paquistão, Arábia Saudita, Sudão, Turcomenistão e Iêmen. As limitações à liberdade religiosa são apenas fictícias, a violência e intolerância social acabam se transformando em conflitos locais.
Na China, as religiões que recebem ajuda, financiamento e apoio são o confucionismo (uma doutrina moral, mais que uma religião), o budismo e o taoísmo. Mas o evangelho é totalmente proibido, e por incrível que pareça, os cristãos ainda são assassinados, sem fazerem nada de errado. Uma situação de discriminação religiosa se encontra também no Irã, onde o Islã xiita se identifica com a estrutura do Estado e se, por ventura, for descoberta alguma igreja ou até mesmo alguma casa de oração, os mesmos são condenados a prisão ou morte.
Não é por outro motivo que nós realizamos este grande evento anualmente para conscientização missionária. Nós já estamos em muitos lugares proibidos, como mencionei no texto acima, e usamos métodos para, de uma forma ou de outra, anunciar a vinda de Jesus, mesmo correndo risco de morte. Na Índia e na China, por exemplo, mantemos escolas de inglês, ensinamos crianças e ao mesmo tempo pregamos o evangelho para que possam crescer com um conceito cristão.
Recordo-me de que, em uma de minhas viagens missionárias juntamente com o Pr. Cesino Bernardino, no deserto do Peru, ele me disse: "Ivandro, não podemos parar, o momento ainda não chegou". Então, ali mesmo, dentro de um velho ônibus, ele disse em voz alta: "A colheita ainda não acabou, precisamos prosseguir." No mesmo instante, ele comentou que Deus havia lhe dado o tema do 31º Congresso dos Gideões.
É exatamente por isso, e não por outro motivo, que acontece anualmente esse grande evento missionário em Camboriú. Ele serve para conscientizar o Brasil e o mundo de que é preciso seguir avante. Quando eu estava criando esse cartaz, pude seguir exatamente a visão do Pr. Cesino, quando Deus lhe mostrara o dia findando, o sol se pondo e, mesmo assim, os trabalhadores não recuavam, pois sabiam que precisavam terminar a grande colheita. Francamente, eu creio que todos nós somos esses ceifeiros da última hora, e o que estamos colhendo são as almas perdidas. Essa é a nossa enorme responsabilidade.
Quero dizer mais uma vez que depende muito de nós, somos nós que precisamos dar o primeiro passo para que os que ainda estão de fora sintam a mesma necessidade de também fazer missões.
Com certeza nossa pequena cidade, mais uma vez, estará com seus braços abertos, esperando esse povo maravilhoso que tem ouvido os clamores dos milhares que se perdem eternamente a cada dia. Deus ainda acredita no homem, e nós somos esses homens e mulheres que temos esse crédito. Una-se a nós mais uma vez para que juntos possamos ser os ceifeiros; o campo está branco e pronto para a grande colheita.
Os maiores nomes do cenário evangélico estarão pregando e cantando durante estes dias em nossa cidade e, com certeza, os nomes que ainda são desconhecidos das manchetes mundiais estarão, mais uma vez, bradando com júbilo que “só Jeová é o Senhor de todas as Nações”.

Total de visualizações de página

Windows Live Messenger + Facebook