quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Famílias são expulsas de aldeia por não negarem a Cristo


Nas últimas semanas 25 pessoas foram expulsas de uma aldeia em Laos por não negarem a Cristo. O grupo faz parte da etnia Hmong e representam seis famílias que foram obrigadas a deixarem suas casas e tudo o que possuíam.

O motivo da expulsão é religioso, as autoridades locais não aceitaram a decisão das famílias de se tornarem cristãs e tentavam obrigá-las a negar a fé em Jesus e voltarem ao animismo, que é a religião da maioria da população da aldeia.

Laos ocupa a 21 ª posição na Classificação da Perseguição Religiosa organizada pelo ministério Portas Abertas. Nesse país asiático os cristãos são presos e pressionados a renunciar a fé, alguns até são mortos por não aceitarem deixar Jesus.

Em julho a mesma aldeia registrou outro episódio de perseguição religiosa: dois homens foram presos por não aceitarem o ultimato de renunciar a fé. Dessa vez as famílias foram expulsas e logo em seguida um dos anciãos, patriarca de uma das famílias, morreu deixando a situação dos parentes ainda mais complicada.


Com informações Portas Abertas

Total de visualizações de página