quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Pastor fica de tocaia e “prende” ladra que invadiu templo para furtar objetos e mantimentos



Uma ladra que abusou da sorte foi presa após invadir uma igreja evangélica em Santos, cidade do litoral paulista. A captura da criminosa só foi possível porque o pastor ficou de tocaia.

Por dois dias seguidos o templo da Igreja Batista Ebenézer, no bairro Bom Retiro, foi invadida e teve objetos e utensílios furtados. Inconformado, o pastor dirigente da congregação resolveu passar a madrugada do terceiro dia dentro do templo, numa tentativa de flagrar o criminoso.

De acordo com informações do G1, a faxineira Flávia Plácido da Silva, 42 anos, quebrou algumas telhas e arrombou a porta do templo para conseguir entrar no local. Nesse momento, enquanto ela recolhia objetos e mantimentos da cozinha, o pastor conteve a ladra e acionou a Polícia Militar.

Uma viatura da PM foi ao local e a prendeu em flagrante. Na Delegacia, foi indiciada por furto qualificado e encaminhada para a Cadeia Feminina de São Vicente, onde aguardará o agendamento do depoimento à Justiça.

Segundo a Polícia Civil apurou, Flávia agia nas madrugadas, aproveitando que o templo ficava vazio, para roubar os pertences da congregação.


A identidade do pastor que “prendeu” a ladra não foi revelada, e também não foram divulgadas informações sobre o que teria sido levado nos dois furtos anteriores. A Polícia também não pôde confirmar se Flávia é a responsável pelos crimes cometidos antes de sua prisão em flagrante.
Furtos

A subtração de bens e utensílios de igrejas é recorrente em todo o Brasil. Recentemente, três pessoas foram presas sob acusação de furtarem instrumentos de uma igreja. A Polícia chegou aos suspeitos depois que fiéis reconheceram os objetos em um anúncio feito no Facebook

Total de visualizações de página