quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

MP e Polícia deflagam operação para investigarem saques irregulares no FPM de Jardim de Angicos, no RN



Operação Ilíada cumpre mandados de apreensão nesta quarta-feira (12).Tesoureira do Município é suspeita de saques ilegais de R$ 4 milhões.


O Ministério Público e a Polícia Militar deflagraram, logo nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (12), no município de Jardim de Angicos, distante 85 quilômetros de Natal, uma operação para desarticular um suposto esquema que envolve práticas de crimes contra a administração pública na cidade. A ação foi batizada de 'Operação Ilíada'. Segundo o MP, quatro mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos lá mesmo, em Jardim de Angicos, e também na capital potiguar.

De acordo com as investigações, coordenadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), a tesoureira do município, Helena Bandeira de Lima Lisboa, realizava saques da conta do Fundo de Participação do Município (FPM) "na boca do caixa" de forma irregular. “Os saques aconteceram entre fevereiro de 2011 a setembro de 2012, somando mais R$ 4 milhões”, afirmou o MP. Foi expedido mandado de prisão contra Helena Lisboa, mas ela não foi encontrada.
Tesoureira do município, Helena Bandeira 
Ainda segundo informações divulgadas pelo Ministério Público do RN, em 20 de junho deste ano, o município de Jardim de Angicos teve grande quantia de valores tomada por suposto assalto quando a tesoureira deixava o Banco do Brasil da cidade de João Câmara. Este fato, de acordo com o MP, ainda está sob investigação.


Em razão das suspeitas, o MP ajuizou ação para evitar os constantes atrasos no pagamento do funcionalismo municipal e o Poder Judiciário determinou, liminarmente, o bloqueio de 54% do FPM até o restabelecimento da normalidade.

Fonte: Portal G1

Total de visualizações de página