quarta-feira, 12 de junho de 2013

Conheça a História do Dia dos Namorados


A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo a todos!

Os casais hoje comemoram uma data bem conhecida de todos: o dia dos namorados (ou o dia de São Valentim nos Estados Unidos). Mas acho interessante analisarmos um pouco mais esse dia, pois nem sempre foi assim, como a maioria das datas comemorativas que temos, diga-se de passagem.

Seu surgimento foi em homenagem aos deuses Juno e Lupercus, conhecidos como os “protetores dos casais”. No dia 14 de fevereiro, faziam uma festa a estes, agradecendo a fertilidade da terra, os rapazes colocavam nomes de moças em papeizinhos para serem sorteados. O papel retirado seria o nome de sua esposa.

Muitos dos casais apaixonados eram impedidos por suas famílias de se casarem, então, um padre de nome Valentino(ou Valentim) passou a realizar matrimônios às escondidas, quando certos casais resolviam fugir, para que não ficassem sem receber as bênçãos de Deus.


O padre Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

Além de continuar celebrando casamentos, ele casou-se secretamente, apesar da proibição do imperador. Tendo se recusado a renunciar ao Cristianismo, Valentino foi condenado à morte. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, Deus devolveu-lhe a visão.

Antes de partir, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado”.
Com isso, o dia 14 de fevereiro passou a ser considerado o dia de São Valentino (Valentine’s Day), em homenagem ao padre, sendo comemorado nos Estados Unidos e na Europa como o dia dos namorados.


No Brasil, é comemorado em 12 de junho desde 1949, quando o publicitário João Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes. Como junho é um mês de vendas baixas, eles decidiram comemorar a data nesse mês e ainda escolheram a véspera de Santo Antônio, o “santo casamenteiro“, como o Dia dos Namorados.

O importante neste dia é o amor e o carinho que são demonstrados, compartilhados e vivenciados por um casal, mas lembrando sempre de nosso redentor e salvador Jesus Cristo, pois com ele conseguimos viver o verdadeiro amor.

Que Deus abençoe todos os casais e que prossigamos juntos e caminhemos em Seus caminhos.

FONTE:http://www.onerdcristao.com.br

Total de visualizações de página