quarta-feira, 5 de junho de 2013

Feministas tiram a roupa em frente à igreja para protestar a favor do aborto e liberdade sexual

A versão brasileira da Marcha das Vadias realizou um protesto em frente a um templo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Florianópolis.
As feministas protestaram seminuas, e contaram com o apoio de outros manifestantes, que também pintaram frases de protestos nos próprios corpos, além de cartazes em repúdio à postura da denominação em relação a assuntos ligados ao aborto e à liberdade sexual.
Entre os cartazes e faixas levados pelos manifestantes, haviam frases como “Tire sua cruz da minha vagina”, “Tirem seus rosários dos nossos ovários” e “Se ser livre, é ser vadia, somos todas vadias. Somos santas putas”.
Apesar do teor quase obsceno das frases e palavras de ordem, a manifestação em frente ao templo da IURD foi pacífica, e não atrapalhou as atividades da igreja, pois no horário dos protestos não haviam reuniões programadas.
A Marcha das Vadias é um movimento feminista que surgiu no Canadá, inicialmente para protestar contra a postura polêmica de um chefe de polícia local, que afirmou à época que as mulheres que sofriam estupros eram vítimas por se vestirem como “vadias”.
FONTE: Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Total de visualizações de página