sexta-feira, 21 de junho de 2013

Jovens brasileiros confiam mais em Deus que no governo

O instituto Data Popular divulgou uma pesquisa realizada antes dos protestos que tomaram conta do país, onde é possível entender o perfil dos jovens brasileiros com idades entre 18 e 30 anos. O estudo recebeu o nome de “O novo poder jovem” e mostra que eles confiam mais em si mesmos, em Deus e na família do que no governo quando se fala em melhorar o futuro.
Durante a pesquisa, 53% dos entrevistados disseram que suas vidas melhoraram pelo próprio esforço, 31% atribuem a mudança a Deus, 11% à família e apenas 2% ao governo.
Foi esta melhora de vida que teria feito com que os jovens se revoltassem com o governo. “Só agora, em um estágio de maior número de empregos formais, o brasileiro passa a ter o imposto retido na fonte e sente o leão no bolso”, lembra Meirelles.
Pagando mais impostos, os jovens passam a exigir o destino adequado para estes valores. O diretor da Data Popular nota que antes eles viam esses serviços como “favor do Estado” e agora como “uma obrigação”, exigindo então a melhoria dos serviços.
Foram 1.502 pessoas entrevistadas que já mostravam a insatisfação com os representantes políticos, como observa Renato Meirelles, presidente do Data Popular. “Pelo que vimos na pesquisa, eles têm a sensação de que não estão – ou no caso, não estavam – sendo ouvidos”, disse.
A falta de confiança no governo e na justiça brasileira também foi abordada pela pesquisa, 75% dos entrevistados não confiam nos parlamentares e 59% não confiam na justiça.
Por outro lado, 65% dos jovens que responderam a pesquisam dizem que podem mudar a própria história através das urnas, na hora do voto. “Há um anseio de assumir para si essa insatisfação, de ser protagonista da própria história, mas fazendo isso por meio das urnas”, afirma o pesquisador. Com informações BBC.
FONTE:http://noticias.gospelprime.com.br

Total de visualizações de página