quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Justiça afasta prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários em Felipe Guerra


O Ministério Público Estadual e as polícias Civil e Militar deflagraram, na manhã desta quarta-feira (7), uma operação denominada 'Ave de Rapina', que resultou no afastamento do prefeito, do vice-prefeito, de vereadores e secretários da Prefeitura de Felipe Guerra, distante 351 quilômetros de Natal. Os afastados, segundo o Ministério Público, são investigados por desvios de recursos públicos.

A determinação de afastamento dos gestores partiu do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Além do prefeito Braz Costa Neto e do vice-prefeito Francisco Canindé de Menezes, também foram afastados os vereadores Francisco Flávio Gurgel e Pedro Alves Cabral Neto, a secretária municipal de Finanças Regina Coeli Costa e Silva e a servidora Sônia Maria da Silveira Barra.

De acordo com a assessoria de imprensa do MP, mandados de buscas e apreensões foram cumpridos na sede do Executivo Municipal, nas residências do prefeito, do ex-tesoureiro do município e de uma servidora pública.

A assessoria do Ministério Público também divulgou que foram sequestrados os bens do prefeito e do vice-prefeito. O Ministério Público solicitou o levantamento do sigilo, mas o pedido foi indeferido. Com isso, o processo corre em segredo de justiça.
G1/RN

Total de visualizações de página