sábado, 14 de julho de 2012

Operação “Deus tá vendo” leva à prisão de supostos pastores evangélicos

Nessa quarta-feira (11) a Polícia Civil da cidade de Veranópolis, no Rio Grande do Sul, deflagrou uma operação que levou à prisão de cinco homens por estelionato, em Ponta Grossa (Paraná), Itajaí (Santa Catarina) e São Gonçalo (Rio de Janeiro). Intitulada “Deus tá vendo”, a operação levou à prisão de supostos pastores.

De acordo com informações da Polícia Civil do RS, os presos na ação alegavam serem pastores evangélicos ligados à Assembleia de Deus, e atuavam em associação criminosa, vendendo veículos inexistentes por preços abaixo do valor de mercado.

Segundo o delegado Álvaro Luiz Pacheco Becker, da 2ª DP de Bento Gonçalves (RS), a quadrilha afirmava que a igreja havia recebido os automóveis por meio de uma doação da Receita Federal, e por isso poderiam vendê-los por preços menores. O valor era pago em uma vez, mediante depósito em conta no Rio de Janeiro, mas os veículos nunca eram entregues.

As prisões foram resultado de sete meses de investigação da Polícia Civil (PC), coordenada por Becker. De acordo com o delegado Paulo Rosa, o prejuízo é de R$ 1,2 milhão, somente para moradores de Veranópolis. As informações são de que existem vítimas também em outros Estados.


Fonte: Gospel+



Total de visualizações de página