quarta-feira, 8 de abril de 2015

Velejador à deriva no Oceano Atlântico sobrevive por mais de dois meses lendo a Bíblia



Um velejador que ficou à deriva no mar sobreviveu por 66 dias bebendo água do mar e lendo a Bíblia que ele guardava consigo no barco.

O norte-americano Louis Jordan saiu em seu veleiro no dia 23 de janeiro para navegar em alto mar. A embarcação, considerada pequena para o desafio, sofreu com a violência dos ventos e das ondas, virou três vezes e teve o mastro quebrado.

Junto a isso, os equipamentos de comunicação pararam de funcionar, e o velejador passou a ficar refém das correntes marítimas, que o levaram para longe da costa.

Durante esse tempo, sua saída para manter-se são foi ler a Bíblia Sagrada de capa a capa. Jordan matava a sede bebendo água do mar, e a fome, com peixes crus que ele, de tempos em tempos, conseguia pescar após ter transformado a própria roupa em uma rede.

Na última quinta-feira, 02 de abril, após mais de dois meses à deriva no Oceano Atlântico, Jordan foi resgatado por um cargueiro alemão, a 300 Km da costa leste dos Estados Unidos, segundo informações do Jornal Nacional.


O velejador contou que quando avistou o cargueiro, começou a nadar e soprar um apito, com a esperança de que a tripulação o visse. E deu certo. A Guarda Costeira foi avisada e mandou um helicóptero para buscar Jordan, que foi levado a um hospital em Norfolk, no estado da Virgínia.

“Achei que ele estivesse morto”, disse o pai de Jordan, ao abraçá-lo depois dos primeiros socorros. O velejador, no entanto, respondeu dizendo que sabia da angústia dos pais: “Eu orava por vocês porque eu estava com medo que estivessem chorando e tristes, achando que eu estava morto. E eu não estava morto”, contou, ressaltando que a leitura da Bíblia o deixou mais próximo de Deus.

Fonte: Gospel +

Total de visualizações de página